Plataformas

Outras Mídias

The Classics Games. Criado por Maxwel Gamer.. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

30 de abr de 2012
(Soul Calibur chegou como uma franquia de peso para o Java)

26 de abr de 2012
(Um jogo tão fantástico quanto o final desse caso)

História: O jogador vive na pele de um advogado, e deve vencer os casos e defender seus clientes, geralmente acusados injustamente por intermédio de algum engano ou conspiração. No primeiro caso, o melhor amigo do protagonista foi acusado injustamente de ter matado sua ex-namorada (Spoilers da trama totalmente censurados ).

20 de abr de 2012
Pokémon Pinball Ruby/Sapphire


Historia: Parecido com qualquer outro pinball, mas, o objetivo do jogo é capturar Pokémon.


Jogabilidade: como vários outros pinball você vai usar as aquelas flechinhas em baixo para controlar a bola, com você utiliza para colocar a bola em certos poucos para poder capturar ou evoluir seu Pokémon.  O jogo contem 2 mesas que você pode escolher para jogar.



Gráficos: Tão bom quanto o do Pokémon Ruby as mesas, os pokémon, os bônus, quando captura ou evolui o pokémon, a Pokedex.


Som: Contêm músicas tranquilas, mais quanto parece os pokémons se tornar mais rápida, pra dar aquele momento de tensão no jogo, as musica mudam conforme as ações do jogo a captura, a evolução, bônus ou quando você entra no market.


Nome do jogo: Pokémon Pinball Ruby/Sapphire
Plataforma: GBA
Gênero: Pinball
Desenvolvedora: Jupiter
Distribuidora: Nintendo
Ano do Lançamento: 2003

Notas:
Gráficos: 10
Sons: 8
Jogabilidade: 10
Diversão: 10
NOTA FINAL: 9,5

Prós
Você tem a possibilidade de pegar mais pokémons do que nos jogos tradicionais.
Tem os mesmos gráficos do Pokémon já lançados pra GBA.

Contra
Tem hora que a Musica irrita um pouco.
(Um grande RPG Action que merece mais continuações)

História: Quando as trevas se libertaram, o mal invadiu as terras de Gothicus. Descubra o mistério da conspiração contra o reino enquanto você luta em grandes masmorras e contra monstros ferozes.

(As cutscenes do jogo são bem legais e contem diálogos  bem desenvolvidos)

Gráficos: Os gráficos do jogo são impecáveis, indo ao limite do Java com elementos 3D fantásticos e ótima movimentação. Os cenários são incríveis, tendo vários planos e objetos fantásticos. Os efeitos de partícula são perfeitos, tendo uma animação fantástica e uma ótima coloração. As animações do seu personagem, dos bosses e de TODOS os inimigos são perfeitas, tendo cada tipo de inimigo uma animação diferente, dando mais realismo para o jogo. A arte do jogo é sensacional, sendo a melhor arte "dark" dos jogos para Java, o que te deixa mais imerso no universo do jogo.

  (Inventário muito intuitivo e fácil de mexer)

Som: O som do jogo é impecável e serve como um excelente acompanhamento para o jogo, com músicas envolventes e apropriadas nas ocasiões que elas tocam. Os efeitos sonoros de golpe, magia, poção, level up, morte dos inimigos e coisas que você acha são todos muito bem feitos e com uma ótima sincronia. O efeito sonoro que eu destaco é o de golpe, que reproduz várias vezes o som no mesmo combo, e não uma vez só. O estrondo do level up é muito impactante, te dando a sensação real de que você evolui.

(Os ótimos Bosses são um excelente ponto positivo do jogo)

Jogabilidade: A jogabilidade do jogo faz uma excelente mistura do RPG Action com Hack N' Slash, tendo batalhas frenéticas e viciantes. O modo de evolução do jogo é muito bem feito, te obrigando evoluir seu personagem para terminar o jogo (o que eu acho muito bom, pois ele faz você matar mais inimigos para evoluir). A quantidade de armas e pedaços da armadura é gigantesca, te dando várias opções de como deixar seu personagem (com machado, com espada, com escudo ...). A distribuição de pontos do jogo é bem simples e intuitiva, fazendo você evoluir os seus golpes e seus atributos.


Nome do jogo: Dungeon Hunter III
Plataforma: Celular
Gênero: Ação/Aventura, RPG Action
Desenvolvedora: Gameloft
Distribuidora: Gameloft
Ano do Lançamento: 2012

Notas:

Gráficos: 10
Sons: 10
Jogabilidade: 10
Diversão: 10
NOTA FINAL: 10

Conclusão: O melhor RPG Action para Celular de todos os tempos e até agora o melhor jogo de Celular de 2012. O gráfico do jogo é impecável, o som do jogo é impecável e a jogabilidade do jogo beira a perfeição. A quantidade de armas e pedaços de armadura do jogo é gigantesco, te dando vários jeitos diferenciados de deixar o seu personagem. O jogo é obrigatório para todo o pessoal que possui um Celular Java.

Prós
Gráficos impecáveis
Som excelente
Jogabilidade que beira a perfeição
Vários modos de deixar seu personagem
Quantidade de armas e pedaços de armadura gigantesco
Variedade de inimigos gigantesca
Animações impecáveis
Ultimas dungeons bem difíceis
Ótimos Bosses
Boa distribuição de pontos
Demora a subir de level

Contra
...

Se você quiser de qualquer forma contribuir com o blog, ser um colaborador ou qualquer outra coisa sempre deixe um comentário. Comente sobre a análise e alguma história com a série/jogo (e dê muitos puxões de orelha se eu falei alguma besteira).
12 de abr de 2012
(Um jogo que honra o nome Assassin's Creed)

História: Renascença Italiana, 1486. Ezio, filho de nobres florentinos, quer vingar o nome da família que foi manchado por famílias poderosas e corruptas da Itália.


(Uma pequena amostra do excepcional trabalho gráfico do jogo

Gráficos: Os gráficos do jogo são excepcionais, tendo muitos elementos de cenários e sprites pré-renderizados, mesmo com um fundo parecendo uma foto. Os sprites dos inimigos, NPC's e do próprio Ezio tem desenhos e animações fora do comum para um jogo de 2009. Os efeitos de fogo e água são extraordinários, dando um realismo muito grande para a atmosfera do jogo. No modo Shoot em Up do jogo o gráfico fica mais lindo ainda, sendo melhor em vários aspectos do que no modo normal do jogo.


    (Uma das cenas interativas do jogo)

Som: O som do jogo é quase inexistente, tendo alguns ruídos sem graça e mal produzidos e a única música do jogo é a do menu, que além de chata, é muito baixa. O jogo tem alguns sons de dor dos inimigos legal, mas esse som é sempre o mesmo em todo o inimigo, o que dá um certo desânimo de se jogar com o som do jogo ligado, o que te deixa a impressão de que o som em geral do jogo é o mesmo usado em diversos outros jogos do mesmo estilo.


(O modo Shoot em Up do jogo deu uma maior variedade de fases para o jogo)

Jogabilidade: A jogabilidade do jogo é muito boa, tendo partes de stealth, com ações rápidas, frenéticas e com ótimas seções de parkour nas fases. O jogo contem fases de Shoot em Up vertical (como Varth e 194X), onde nessas fases existem vários elementos legais, como a fogueira que faz a asa delta de Ezio subir e obstáculos bem colocados, dando uma experiência de jogabilidade totalmente diferente do modo de jogo normal, mas ambos sofrem um erro gravíssimo: queda na taxa de quadros e lentidão quase que em 80% do jogo.




Nome do jogo: Assassin's Creed II
Plataforma: Celular
Gênero: Ação/Aventura, Plataforma, Shoot em Up
Desenvolvedora: Gameloft
Distribuidora: Gameloft
Ano do Lançamento: 2009

Notas:

Gráficos: 10
Sons: 6
Jogabilidade: 9
Diversão: 9
NOTA FINAL: 8,5

Conclusão: Infelizmente a parte sonora do jogo abaixou a nota dele, pois eu gostei muito do jogo na 1ª vez que eu joguei, mas mesmo para a época, o som é fraco. a jogabilidade do jogo é bem variada e os gráficos do jogo são excepcionais, mesmo que a queda de quadros por segundo atrapalhe a experiência com o jogo.

Prós
Gráficos excepcionais
Jogabilidade excelente
Vários tipos de fase
Tipos diferentes de jogabilidade
Gosto de quero mais

Contra
Som mediocre
Queda nos quadros por segundo
Boss final fantasioso

Se você quiser de qualquer forma contribuir com o blog, ser um colaborador ou qualquer outra coisa sempre deixe um comentário. Comente sobre a análise e alguma história com a série/jogo (e dê muitos puxões de orelha se eu falei alguma besteira).
5 de abr de 2012

(Um clássico ou só mais um jogo que só criou expectativa ?)

(Controlar o tanque é bom, mas sofre de alguns erros de programação)

História (isso daqui não é a história do jogo, pois minha versão é em inglês, mas é isso que a Gameloft postou no site dela-e com alguns erros de português que eu corrigi-): Mergulhe se nas mais terríveis conflitos da guerra fria neste emocionante jogo de tiro! Divirta-se com um jogo de ação dinâmica com gráficos incríveis através de nove capítulos situados desde o Vietnã e Saigon até as montanhas afegãs. Jogue como dois soldados diferentes de operações especiais e destrua os inimigos com um grande arsenal de armas espetaculares com um lançador de granadas ou um lança-chamas. Experimente uma jogabilidade variada como um ataque aéreo de helicóptero, sequências de ação secreta e até um nível debaixo d'água.

 (O jogo contem uma boa variedade de fases)

Gráficos: O gráfico do jogo é bom e usa o Modern Combat 2 como base para eles. O fundo das fases são bem legais, dando mais realismo para as fases. As partículas de fogo e explosão são bastante realistas e bem desenhadas. Os sprites dos veículos e inimigos são muito bem feitos, sendo que tudo combina com a atmosfera das fases e do jogo, sendo que no Vietnã os caras usam aquele chapéu ala Raiden (MK) e etc.

(O lança-chama traz uma experiência única para o jogo)

Som: O som do jogo é legal, tendo vários efeitos sonoros, como do lança chamas, dos caminhões e etc, mesmo que 60% dele é chupado do Modern Combat 2. A música do começo de cada fase é bem legal e te ajuda a entra no clima da fase, a música do menu também entra nessa categoria, sendo muito legal de ouvi enquanto você navega pelo menu do jogo.

(Essa fase traz uma grande imersão graças á visão de FPS)

Jogabilidade: A jogabilidade do jogo vai para o lado Modern Combat 2 da vida, só que com mais variedade na jogabilidade. A variedade de armas do jogo é bastante grande para um jogo para Celular Java, indo desde rifles á lança chamas, tanques á helicópteros. No helicóptero você tem a visão em FPS, sendo que essa fase do helicóptero é a mais divertida do jogo.



Nome do jogo: March of Heroes
Plataforma: Celular
Gênero: Shooter
Desenvolvedora: Gameloft
Distribuidora: Gameloft
Ano do Lançamento: 1992

Notas:

Gráficos: 8
Sons: 7
Jogabilidade: 8
Diversão: 7
NOTA FINAL: 7,5

Conclusão: O jogo é bom, mas não foi 1/3 daquilo que todos os blogs que fizeram preview dele falaram. Os gráficos do jogo é bom, o som é bom, a jogabilidade do jogo é boa, mas ele sofre de vários problemas na jogabilidade e na versão em PT-BR, ele não pega.

Prós
Gráfico bom
Variedade de jogabilidades
Jogabilidade boa
Som legal
Vários veículos
Uma variedade de armas boa

Contra
O jogo tem alguns erros na jogabilidade
Algumas fases não foram bem programadas
O som foi copiado do Modern Combat 2
O jogo não sai da sombra de Modern Combat 2

Se você quiser de qualquer forma contribuir com o blog, ser um colaborador ou qualquer outra coisa sempre deixe um comentário. Comente sobre a análise e alguma história com a série/jogo (e dê muitos puxões de orelha se eu falei alguma besteira).
4 de abr de 2012


Fala galera, estou fazendo um especial onde eu analisarei alguns dos jogos para Celular Java que eu mais joguei em 2012. No mês de abril/maio eu irei só me dedicar a esse especial e pretendo não ficar em um hiato tão grande de uma análise a outra.

Se você quer que eu analiso algum jogo para esse especial ou quer fazer uma análise, comente aí. Para postar o jogo que você quer que eu analise, basta colocar o nome dele e o link de download para 320x240 (resolução do meu celular) e se você mesmo quer fazer a análise basta mandar ela pelo Gmail ou Hotmail, deixar seu nome e a sua nota do jogo (eu darei uma olhada na análise e se eu aprovar, postarei no blog).

Parceiros